VÍDEO: Vândalos pró-aborto são pegos pichando igreja

Um vídeo de segurança que capturou três indivíduos encapuzados vandalizando a igreja em 8 de outubro com pichações a favor do aborto.

Por: Pe. Cláudio Oliveira
. Atualizado: 13/10/2022 às 17h:40
aborto

Uma igreja católica em Lansing, Michigan, divulgou um vídeo das câmeras de segurança que capturou três indivíduos encapuzados vandalizando o templo em 8 de outubro com pichações a favor do aborto e intolerância religiosa.

Os três podem ser vistos caminhando em direção à Igreja da Ressurreição na East Michigan Avenue, pichando a calçada, as portas e a placa da igreja antes de fugir do local. Isso aconteceu antes da meia-noite.

As pichações continham mensagens odiosas e vulgares que atacaram a derrubada de Roe v. Wade, o caso da Suprema Corte de 1973 que legalizou o aborto em todo o país.

As palavras “Aborte o tribunal” e “Morte ao nacionalismo cristão” foram pintadas com spray em preto na passarela em frente aos degraus da Igreja da Ressurreição. Os vândalos também pintaram uma cruz com uma barra entre essas duas declarações.

Duas cruzes vermelhas de cabeça para baixo também foram deixadas em duas das portas da igreja.

Mais pichações vermelhas na passarela diziam “Feminismo, não fascismo”, “destrua o patriarcado”, “Restaure Roe” e “Derrubar Roe vale sua vida ou sua democracia?

Outras pichações, tanto na calçada quanto na placa iluminada por LED da igreja, continham linguagem explícita. Uma foto mostra crianças sendo expostas ao idioma enquanto saíam da missa em 9 de outubro.

Uma das mensagens na placa da igreja dizia: “Matem todos os nacionalistas cristãos”.

O pároco da igreja, padre Steve Mattson, disse que o custo dos danos é estimado em 15 mil dólares, equivalente a 79 mil reais. O Departamento de Polícia de Lansing está investigando o assunto.

Mattson disse que a placa da igreja agora diz: “Para quem vandalizou a placa, nós os perdoamos e estamos orando por você”.

Na noite anterior à vandalização da placa, disse Mattson, uma paroquiana havia oferecido seu testemunho de conversão e cura depois de ter feito um aborto anos atrás.

Acho que, de maneira espiritual, esse [vandalismo] acontecendo naquela noite foi um certo sinal para nós de que a cura que o Senhor oferece é algo que Satanás odeia”, disse ele.

Em vez de ser desencorajada por esses atos de vandalismo, a paróquia é encorajada em seus valores pró-vida, disse Mattson. Ele acrescentou que se sentiu triste pelos vândalos e orará por sua conversão.

Os danos causados ​​pelo vandalismo com mensagens pró-aborto tornaram-se uma visão comum para católicos e pró-vida nos últimos meses. Um aumento nos relatórios começou em maio, quando a decisão no caso Dobbs v. Jackson Women’s Health Organization ( Dobbs v. Jackson Organização de Saúde da Mulher) vazou para a mídia mostrando que Roe v. Wade estava prestes a ser anulada.

Encontrou algo errado na matéria?

Nosso apostolado possui em sua equipe editorial jornalistas profissionais, sacerdotes, professores e leigos, por esta razão, é possível que o conteúdo do nosso site contenha erros e para isso precisamos da sua ajuda.




    0 Comentários

    Os comentários são exclusivos para assinantes do Deo Vero.

    Nenhum número escolhido ainda