Terrorismo: Igreja queimada, cinco padres, uma freira e três leigos sequestrados em Camarões.

Por: César Edson da Paz
. Atualizado: 22/09/2022 às 13h:31
Terrorismo: Igreja queimada, cinco padres, uma freira e três leigos são sequestrados em Camarões.
Foto Domínio Público

Os bispos católicos nas regiões de língua inglesa de Camarões, devastadas pela guerra, disseram estar absolutamente horrorizados com os acontecimentos no país. A fala aconteceu logo após uma igreja ser queimada e cinco padres, uma freira e três leigos serem sequestrados em Nchang no sudoeste de Camarões.

Falei com todas as nove pessoas sequestradas“, disse o padre Christopher Eboka, diretor de comunicações da Diocese de Mamfe.

Se o resgate não for pago, eles serão mortos um após o outro” diz uma declaração assinada pelo arcebispo Andrew Nkea Fuanya de Bamenda logo após o ocorrido.

Related Posts

Bispos indignados com igreja queimada

O bispo Aloysius Fondong Abangalo de Mamfe visitou a igreja queimada em sua diocese. Em seguida, ele reagiu com raiva: “Quando você incendiar a casa de Deus, diga a Jesus que não o quer em sua vida“, disse o bispo.

Em 21 de novembro, o bispo pediu aos católicos que encham os céus de orações pela libertação das vítimas. Há cerca de seis anos, Camarões se recupera de uma guerra separatista. Na qual as duas regiões de língua inglesa do país lutam para separar e restabelecer uma nação. A parte anglófona de Camarões representa 20% dos quase 27 milhões de habitantes do país.

Em seguida, um grupo separatista surgiu e pegou em armas para lutar pela independência das duas regiões de língua inglesa. Contudo, os bispos disseram em sua declaração que a Igreja está pagando um preço desproporcional.

“Uma onda de perseguição contra a hierarquia da igreja é agora o novo jogo de luta e todos os tipos de mensagens ameaçadoras estão sendo lançadas contra os missionários que deram suas vidas para trabalhar pelo povo” disseram eles. Por isso, lutam contra Deus e sequestram padres e bispos.

Um deles, o bispo Michael Bibi de Buea, disse ao Catholic News Service que, contudo, a Igreja continuará fazendo a obra de Deus.

Encontrou algo errado na matéria?

Nosso apostolado possui em sua equipe editorial jornalistas profissionais, sacerdotes, professores e leigos, por esta razão, é possível que o conteúdo do nosso site contenha erros e para isso precisamos da sua ajuda.




    0 Comentários

    Os comentários são exclusivos para assinantes do Deo Vero.