Padre Augusto Bezerra é enviado para a Academia Diplomática da Santa Sé

Atendendo a demanda da Santa Sé e da Pontifícia Academia Eclesiástica. O Padre Augusto Bezerra será o responsável por iniciar esta nova missão.

Por: Mathias Ribeiro
. Atualizado: 24/09/2022 às 13h:59
Padre Augusto Bezerra é enviado para a Academia Diplomática da Santa Sé

Atendendo a demanda da Santa Sé e da Pontifícia Academia Eclesiástica. Demanda esta para que as dioceses ponham à disposição padres pertencentes ao seu presbitério. Estes padres terão que se dedicarem ao serviço diplomático. O Padre Augusto Bezerra será o responsável por iniciar esta nova missão.

Ordenado diácono em 2011, sacerdote em 2013 e em 2015, foi pároco na Paróquia Nossa Senhora das Graças, em Maria da Graça. Nesta paróquia o padre exerceu o seu ministério até 2018, quando se ausentou da arquidiocese para iniciar os estudos em Roma.

O Padre Augusto Bezerra também se dedicou aos meios de comunicação da Arquidiocese do Rio de Janeiro. Ele atuou na cobertura da programação oficial da JMJ Rio2013, onde o Papa Francisco deu a primeira entrevista ao vivo de seu pontificado. Nos anos seguintes, atuou na WebTV Redentor com a programação jornalística da rádio.

Veja Também

Em 2018, deu início ao mestrado em comunicação social institucional pela Pontifícia Universidade da Santa Cruz, em Roma.

O padre recebeu uma recomendação em 2020 de aproveitar os estudos já realizados até então, e, em junho de 2021, concluiu o mestrado em comunicação com a dissertação: “A diplomacia na era digital e o poder da informação”. Em seguida, iniciou o mestrado em Direito Canônico, em outubro de 2021, na mesma universidade.

Consideradas todas as qualidades e aptidões do sacerdote e, após passar por um processo seletivo junto à Secretaria de Estado da Santa Sé, a Pontifícia Academia Eclesiástica admitiu o Padre Augusto Bezerra para iniciar este serviço.

Conheça o lugar onde o Padre Augusto Bezerra irá estudar

A Pontifícia Academia Eclesiástica é uma instituição de ensino superior que forma sacerdotes desde 1701, particularmente futuros colaboradores do corpo diplomático e da Secretaria de Estado da Santa Sé. Sua sede fica no Palazzo Severoli, na Piazza della Minerva, em Roma, Itália. O papa traçou as prioridades da formação do futuro diplomatas da Santa Sé. Há três elementos fundamentais que a apoiam: a competência (estudo aprofundado das problemáticas, evitando improvisação), a fraternidade (amizades sacerdotais que permitam vencer a ambição e os mexericos) e, sobretudo, a oração (além da oração litúrgica, o diálogo silencioso diante do tabernáculo, levando diante do Senhor as situações e os problemas que são vividos no ministério).

Encontrou algo errado na matéria?

Nosso apostolado possui em sua equipe editorial jornalistas profissionais, sacerdotes, professores e leigos, por esta razão, é possível que o conteúdo do nosso site contenha erros e para isso precisamos da sua ajuda.




    2 Comentários

    Os comentários são exclusivos para assinantes do Deo Vero.

    Nenhum número escolhido ainda