Morre sacerdote que corrigiu letra de canto em Missa | Deo Vero

Morre sacerdote que corrigiu letra de canto em Missa

Por: Mathias Ribeiro
. Atualizado: 18/08/2020 às 20h:34
Padre Ulysses. Foto: Captura de Youtube.

Faleceu na segunda-feira, 17 de agosto, Padre Ulysses Reis de Carvalho, pároco da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, em Samambaia (DF), que em julho viralizou nas redes sociais ao corrigir um canto litúrgico afirmando que “estamos no reinado de Cristo, não do povo”, conforme afirmava a letra da canção.

Em uma nota de falecimento, a Arquidiocese de Brasília informou que o Pe. Ulysses, de 60 anos, estava internado no Hospital Santa Helena, devido a uma infecção nos rins, que piorou no “decorrer dos dias”. Além disso, declarou que o sacerdote “vinha lutado contra um linfoma”.

De acordo com a Paróquia Nossa Senhora Aparecida, o velório do presbítero acontecerá a partir das 17h desta terça-feira, 18 de agosto, na Igreja paroquial. “Devido às exigências sanitárias e de distanciamento social, o número de pessoas será limitado e o tempo de permanência abreviado”, informam.

Às 19h desta terça-feira, haverá uma Missa de corpo presente, que será transmitida pelo canal da Paróquia Nossa Senhora Aparecida no Youtube.

O sepultamento de Ulysses acontecerá na quarta-feira, 19 de agosto, às 11h30, no cemitério Campo da Esperança, Asa Sul. Será reservado apenas aos familiares do sacerdote.

Em 5 de julho, durante Missa celebrada na Paróquia Nossa Senhora Aparecida e transmitida pelo canal de Youtube, Pe. Ulysses corrigiu a letra do canto de entrada, “Quando o dia da paz renascer”, o qual dizia “…Vai ser tão bonito se ouvir a canção cantada, de novo; No olhar da gente a certeza do irmão; Reinado, do povo”.

Ao final da canção, Pe. Ulysses indicou: “Estamos no reinado de Cristo, não do reinado do povo, porque o povo só faz bobagem”.

Em seguida, o sacerdote observou que, “se prestarem atenção nessa música, ela não fala o nome de Jesus, de Cristo, de Deus, nenhuma vez. É o que a gente chama de um hino humanista, não um hino cristão, muito menos católico”.

Encontrou algo errado na matéria?

Nosso apostolado possui em sua equipe editorial jornalistas profissionais, sacerdotes, professores e leigos, por esta razão, é possível que o conteúdo do nosso site contenha erros e para isso precisamos da sua ajuda.




    Leia Mais

    Comentários

    Apenas usuários logados podem comentar ou responder nossas matérias.