Morre aos 78 anos Dom Ercílio Simon, Arcebispo Emérito da Arquidiocese de Passo Fundo | Deo Vero
Botão de Pesquisar Pesquisar
Botão de Pesquisar Entrar
Botão de Pesquisar Assine

Morre aos 78 anos Dom Ercílio Simon, Arcebispo Emérito da Arquidiocese de Passo Fundo

Arquidiocese de Passo Fundo lamenta a morte do arcebispo Emérito nesta segunda-feira (1)

Por: Carlos Ramalhete
. Atualizado: 1/06/2020 às 15h:38
Foto: Divulgação | Arquidiocese de Passo Fundo

Dom Pedro Ercílio Simon, Arcebispo Emérito da Arquidiocese de Passo Fundo, faleceu na manhã de segunda-feira.

Aos 78 anos, Dom Ercílio lutou contra as complicações de Parkinson e Alzheimer e foi internado no Hospital São Vicente de Paulo.

Devido às restrições impostas pela pandemia de Covid-19, a Arquidiocese realiza um funeral na Catedral Metropolitana das 12:00 às 16:00, seguido pela Missa.

Além disso, a Arquidiocese de Passo Fundo lamentou a perda e pediu à comunidade que rezasse por Dom Ercílio e também por sua família e amigos que agora sentem a dor da ausência.

História

Nascido em Ibiaçá, Dom Ercílio nasceu em 9 de setembro de 1941 e ingressou no Seminário aos 10 anos de idade, no primeiro grupo de seminaristas da recém-formada Diocese de Passo Fundo

A ordenação sacerdotal ocorreu juntamente com a do irmão Irineo Simon, em 12 de dezembro de 1965. O lema escolhido revelou seu pensamento sobre o sacerdócio: “Sacerdote de Deus a serviço dos homens”.

Em seguida, serviu na diocese de Erechim e também como vigário geral na diocese de Passo Fundo e também como promotor de vocações, coordenador pastoral e primeiro reitor do seminário Nossa Senhora Aparecida. Exerceu também o presbitério na Catedral Nossa Senhora Aparecida, nas paróquias de São Judas Tadeu, São Cristóvão e Sagrado Coração de Jesus.

Foi também Dom Ercílio, responsável em 1981 pela primeira peregrinação diocesana em homenagem a Nossa Senhora Aparecida. Em uma entrevista por ocasião do 40º aniversário do Seminário, em 2017, o arcebispo disse que não imaginava que a devoção ao santo padroeiro do Brasil fosse tão forte na arquidiocese.

“Ninguém poderia imaginar que, como resultado da escolha do nome de Nossa Senhora Aparecida, surgisse o grande movimento em torno dessa devoção. Se alguém tivesse imaginado o afluxo de tantas pessoas, certamente teríamos construído o edifício do Seminário pelo menos cem metros mais para o interior, para dar espaço a uma praça maior para receber a multidão de pessoas em peregrinação. A peregrinação tem uma natureza devocional para o povo, mas nunca deve perder sua natureza vocacional para a juventude. Parece-me que os caminhos de Deus sempre passam pelas mãos de Maria ”, disse ele na época.

Mais tarde, em dezembro de 1990, foi ordenado bispo com o lema “Em nome de Jesus” e serviu na diocese de Cruz Alta, como bispo coadjutor, entre 1991 e 1995. De 1995 a 1998, foi bispo diocesano de Uruguaiana. Em 17 de novembro de 1998, assumiu o cargo de bispo coadjutor de Passo Fundo e, em 19 de maio de 1999, substituiu Dom Urbano Allgayer e assumiu o cargo de bispo diocesano. Ele atuou, juntamente com o Regional Sul 3 da CNBB, como Secretário Geral de 2001 a 2004 e como Bispo de Referência para a Pastoral dos Migrantes.

Com a elevação da diocese de Passo Fundo à arquidiocese, Dom Ercílio recebeu, em 29 de junho de 2011, do Papa Bento XVI, o distintivo do arcebispo. Pouco mais de um ano depois, em 16 de setembro de 2012, ele se tornou arcebispo emérito devido a seus problemas de saúde.

Encontrou algo errado na matéria?

Nosso apostolado possui em sua equipe editorial jornalistas profissionais, sacerdotes, professores e leigos, por esta razão, é possível que o conteúdo do nosso site contenha erros e para isso precisamos da sua ajuda.

É Necessário estar logado para nos enviar sugestões. Cadastre-se ou faça login com sua conta.

Leia Mais

Somente Assinantes podem comentar ou visualizar os comentários. Faça Login ou Assine nosso site.

Botão Facebook Botão Facebook