Morre aos 78 anos Dom Ercílio Simon, Arcebispo Emérito da Arquidiocese de Passo Fundo

Arquidiocese de Passo Fundo lamenta a morte do arcebispo Emérito nesta segunda-feira (1)

Por: Joseph
. Atualizado: 1/06/2020 às 15h:38
Foto: Divulgação | Arquidiocese de Passo Fundo

Dom Pedro Ercílio Simon, Arcebispo Emérito da Arquidiocese de Passo Fundo, faleceu na manhã de segunda-feira.

Aos 78 anos, Dom Ercílio lutou contra as complicações de Parkinson e Alzheimer e foi internado no Hospital São Vicente de Paulo.

Devido às restrições impostas pela pandemia de Covid-19, a Arquidiocese realiza um funeral na Catedral Metropolitana das 12:00 às 16:00, seguido pela Missa.

Além disso, a Arquidiocese de Passo Fundo lamentou a perda e pediu à comunidade que rezasse por Dom Ercílio e também por sua família e amigos que agora sentem a dor da ausência.

História

Nascido em Ibiaçá, Dom Ercílio nasceu em 9 de setembro de 1941 e ingressou no Seminário aos 10 anos de idade, no primeiro grupo de seminaristas da recém-formada Diocese de Passo Fundo

A ordenação sacerdotal ocorreu juntamente com a do irmão Irineo Simon, em 12 de dezembro de 1965. O lema escolhido revelou seu pensamento sobre o sacerdócio: “Sacerdote de Deus a serviço dos homens”.

Em seguida, serviu na diocese de Erechim e também como vigário geral na diocese de Passo Fundo e também como promotor de vocações, coordenador pastoral e primeiro reitor do seminário Nossa Senhora Aparecida. Exerceu também o presbitério na Catedral Nossa Senhora Aparecida, nas paróquias de São Judas Tadeu, São Cristóvão e Sagrado Coração de Jesus.

Foi também Dom Ercílio, responsável em 1981 pela primeira peregrinação diocesana em homenagem a Nossa Senhora Aparecida. Em uma entrevista por ocasião do 40º aniversário do Seminário, em 2017, o arcebispo disse que não imaginava que a devoção ao santo padroeiro do Brasil fosse tão forte na arquidiocese.

“Ninguém poderia imaginar que, como resultado da escolha do nome de Nossa Senhora Aparecida, surgisse o grande movimento em torno dessa devoção. Se alguém tivesse imaginado o afluxo de tantas pessoas, certamente teríamos construído o edifício do Seminário pelo menos cem metros mais para o interior, para dar espaço a uma praça maior para receber a multidão de pessoas em peregrinação. A peregrinação tem uma natureza devocional para o povo, mas nunca deve perder sua natureza vocacional para a juventude. Parece-me que os caminhos de Deus sempre passam pelas mãos de Maria ”, disse ele na época.

Mais tarde, em dezembro de 1990, foi ordenado bispo com o lema “Em nome de Jesus” e serviu na diocese de Cruz Alta, como bispo coadjutor, entre 1991 e 1995. De 1995 a 1998, foi bispo diocesano de Uruguaiana. Em 17 de novembro de 1998, assumiu o cargo de bispo coadjutor de Passo Fundo e, em 19 de maio de 1999, substituiu Dom Urbano Allgayer e assumiu o cargo de bispo diocesano. Ele atuou, juntamente com o Regional Sul 3 da CNBB, como Secretário Geral de 2001 a 2004 e como Bispo de Referência para a Pastoral dos Migrantes.

Com a elevação da diocese de Passo Fundo à arquidiocese, Dom Ercílio recebeu, em 29 de junho de 2011, do Papa Bento XVI, o distintivo do arcebispo. Pouco mais de um ano depois, em 16 de setembro de 2012, ele se tornou arcebispo emérito devido a seus problemas de saúde.

Encontrou algo errado na matéria?

Nosso apostolado possui em sua equipe editorial jornalistas profissionais, sacerdotes, professores e leigos, por esta razão, é possível que o conteúdo do nosso site contenha erros e para isso precisamos da sua ajuda.




Leia Mais

Comentários

Apenas usuários logados podem comentar ou responder nossas matérias.