Incêndio mata 41 pessoas em igreja copta do Cairo

Um incêndio no início da manhã de domingo varreu uma igreja copta do Cairo (Ortodoxa), Egito, matando 41 pessoas.

Por: Mathias Ribeiro
. Atualizado: 15/08/2022 às 03h:28
Incêndio mata 41 pessoas em igreja copta do Cairo
(Imagem: Diego Delso/Wikimedia Creative Commons)

Um incêndio no início da manhã de domingo varreu uma igreja copta ortodoxa no Cairo, Egito, matando 41 pessoas, informou a Associated Press.

A princípio pensava-se que o vogo era resultado de um curto-circuito elétrico. Contudo, o Ministério do Interior do Egito disse que recebeu um relatório do incêndio às 9h, horário local, e os socorristas descobriram que ele havia estourado em um ar-condicionado no segundo andar do prédio.

Muitas das mortes foram atribuídas à inalação de fumaça ou atropelamentos entre os que fugiam do prédio. Entre os mortos relatados estava o pároco, Abdul Masih Bakhit, e 10 crianças.

Vários fiéis presos pularam dos andares superiores da igreja Mártir Abu Sefein para tentar escapar das chamas intensas, disseram testemunhas”, segundo a AP. “‘Asfixia, asfixia, todos eles mortos’, disse uma testemunha perturbada.

Related Posts

Dezesseis pessoas ficaram feridas na igreja copta do Cairo

Logo depois houve relatos conflitantes de um tempo de resposta defasado por parte do pessoal de emergência. Domingo é o primeiro dia da semana de trabalho no Egito predominantemente muçulmano, e as ruas do bairro densamente povoado de Imbaba, onde fica a igreja, provavelmente estavam entupidas.

Posteriormente, Mousa Ibrahim, porta-voz da Igreja Ortodoxa Copta, disse à AP que trigêmeos de 5 anos, sua mãe, avó e uma tia estavam entre os mortos.

O Patriarca da Igreja Ortodoxa Copta, Papa Tawadros II, ofereceu condolências às famílias das vítimas, de acordo com um comunicado da mídia.

Acompanhamos com pesar o trágico incidente ocorrido esta manhã na Igreja do Grande Mártir Mercurius Abo Sefein, na área do Aeroporto de Imbabah, ao norte de Gizé”, disse o Papa Tawadros. “Enquanto oferecemos nossas condolências às famílias das vítimas, oramos pelos feridos e feridos, confiando que a mão de Deus terá misericórdia de todos nós”.

O presidente do Egito, Abdel Fattah el-Sissi, falou por telefone com Tawadros para oferecer suas condolências, segundo o gabinete do presidente. Sheikh Ahmed al-Tayeb, Grande Imã de Al-Azhar, também ofereceu condolências ao chefe da igreja copta, disse a AP.

Encontrou algo errado na matéria?

Nosso apostolado possui em sua equipe editorial jornalistas profissionais, sacerdotes, professores e leigos, por esta razão, é possível que o conteúdo do nosso site contenha erros e para isso precisamos da sua ajuda.




    0 Comentários

    Os comentários são exclusivos para assinantes do Deo Vero.