Empresário com COVID morre três dias após receber os sacramentos do batismo e da crisma no leito do CTI | Deo Vero
Botão de Pesquisar Pesquisar
Botão de Pesquisar Entrar
Botão de Pesquisar Assine

Empresário com COVID morre três dias após receber os sacramentos do batismo e da crisma no leito do CTI

O empresário de 34 anos, havia manifestado vontade de receber os sacramentos antes de contrair a doença e tinha planos de se casar na igreja.

Por: Maria Luiza Drumond
. Atualizado: 17/06/2021 às 04h:05
Ramon Kobelnik foi batizado e crismado em leito de CTI no HC Ribeirão Preto, SP — Foto: Divulgação/HC Ribeirão Preto

Ramon Kobelnik estava no Centro de Terapia Intensiva (CTI) há mais de um mês. De acordo com o hospital, sua esposa, Jussara, relatou para os médicos que, antes de ser acometido com a doença, Ramon disse que tinha vontade de ser crismado e batizado. Ele também queria se casar com ela na igreja e queria que o filho do casal levasse as alianças até o altar.

Na última quinta-feira (10), o padre Josirlei Silva, capelão do hospital, recebeu a autorização do bispo para realizar os sacramentos e atendeu ao pedido de Ramon, realizando uma cerimônia de batismo e crisma no CTI. Médicos e enfermeiros acompanharam as orações em silêncio.

Desde o começo da pandemia, padre Josirlei atende tanto os profissionais quanto os pacientes do hospital.

“Durante tudo isso que estamos passando, muitas vezes nos perguntamos onde está Deus que não resonde às nossas orações. Ele está aqui e a resposta dele se dá através da mão de cada profissional de saúde. Deus não silenciou, ele se faz presente”, disse o padre em entrevista a equipe de reportagem da Globo.

Profissionais de saúde acompanham cerimônia de batismo e crisma no CTI do HC Ribeirão Preto, SP — Foto: Divulgação/HC Ribeirão Preto

Esposa agradece nas redes sociais

Após a realização dos sacramentos, Jussara usou seu perfil em uma rede social para agradecer o carinho e o cuidado do padre e da equipe médica do hospital.

“Foi lindo e emocionante, agradeço a toda equipe o cuidado diário com o Ramon. Agradeço ao padre por realizar o desejo dele”, escreveu.

Três dias após o evento, o quadro de saúde do empresário se agravou, e ele morreu às 12h30 do domingo, segundo o hospital. Nas redes sociais, amigos e familiares lamentaram sua morte.

Encontrou algo errado na matéria?

Nosso apostolado possui em sua equipe editorial jornalistas profissionais, sacerdotes, professores e leigos, por esta razão, é possível que o conteúdo do nosso site contenha erros e para isso precisamos da sua ajuda.

É Necessário estar logado para nos enviar sugestões. Cadastre-se ou faça login com sua conta.

Leia Mais

Somente Assinantes podem comentar ou visualizar os comentários. Faça Login ou Assine nosso site.

Botão Facebook Botão Facebook