Filmes e séries católicos para você assistir na Netflix

Por: Mathias Ribeiro
. Atualizado: 10/01/2019 às 18h:51

Nem tudo está perdido na Netflix, apesar da empresa trazer uma vasta quantidade de filmes e séries que são contrárias a doutrina católica como a polêmica série Lucifer, existe também, mesmo que poucas, séries e filmes sobre o catolicismo e bíblicas que você pode assistir junto com sua família. Fizemos uma lista com algumas delas:

Pode me chamar de Francisco

Pode me chamar de Francisco

Pode me chamar de Francisco é uma mini-série websérie produzida pela Netflix sobre a vida de Jorge Bergoglio até o momento em que este se tornou o Papa Francisco. A série é muito boa, só tem 4 episódios e vale muito apena assistir.

Terra de Maria

Terra de Maria

O filme foi produzido em um formato especial: ele reúne depoimentos de pessoas de várias nacionalidades, cuja conversão aconteceu graças à intercessão de Maria, e intercala esses testemunhos com elementos de ficção. Há especial atenção às aparições marianas, incluindo as de Medjugorje, mas, segundo o produtor do filme, o jornalista espanhol Juan Manuel Cotelo, a obra quer apresentar Maria para quem não a conhece, com base nos relatos de pessoas que, durante um tempo da sua vida, também não a conheciam.

Pedro a redenção

Pedro a redenção

Atormentado por sua negação a Cristo, Pedro passou a vida tentando reparar seus fracassos. Mas,agora, ele enfrenta novos desafios, como uma morte relacionada a Nero.

O homem que não vendeu a sua alma

O homem que não vendeu a sua alma

O respeitado líder britânico Sir Thomas More (Paul Scofield) se recusa a pressionar o Papa para anular o casamento do Rei Henrique VIII (Robert Shaw) e sua esposa espanhola, intensificando seu conflito com a monarquia. O devotado católico acredita nos princípios de sua religião e resolve deixar a corte real. Insatisfeitos, o rei e os legalistas decidem acusar More de traição.

O diabo e o Padre Amorth

O diabo e o Padre Amorth

William Friedkin, diretor de O Exorcista, chega à Netflix Brasil com seu documentário O Diabo e o Padre Amorth. Nele, Friedkin acompanha um acompanha e registra um exorcismo real, feito por Amorth, padre de 91 anos que há 31 anos é o exorcista oficial de Roma. Assim, o diretor volta ao que parece ser um de seus temas favoritos.

No documentário de pouco mais de uma hora, o cineasta mostra o exorcismo de uma arquiteta, e vai questionar autoridades, tanto religiosas quanto da neurociência, sobre o acontecido. Assim, o documentário tenta desmistificar a sessão de exorcismo, colocando-a em um contexto científico.

O documentário se torna interessante por trazer a sessão de exorcismo filmada com uma câmera simples. Além disso, Friedkin vai ao redor do mundo para consultar pessoas sobre o ocorrido, e obtém uma resposta que o próprio destaca como surpreendente. Apesar de sua tentativa de desmistificação, o que o cineasta consegue é uma mistura interessante de ciência e espiritualidade.

José e Maria

José e Maria

Elias, um devoto rabino, durante um tempo de inquietação quando a matança de inocentes do Rei Herodes, o Grande, reivindica a vida de dois meninos que ele havia jurado proteger. Elias faz a missão de sua vida vingar as mortes de acordo com as leis da terra. Complicações começam a acontecer quando Elias passa um tempo com José, Maria e seu jovem filho, que desafia suas crenças. Ele começa a questionar a verdadeira identidade desse jovem garoto.

La última cima

La última cima

Esse tributo a um “padre genuinamente bondoso” explora a perspicácia, o intelecto e o legado inspirador do padre Pablo Domínguez, que morreu nas montanhas aos 42 anos.

Martin Luther: The Idea that Changed the World

Martin Luther: a ideia que mudou o mundo

Este filme não chega a ser católico, mas conta a história do herege Martinho Lutero e sua revolta protestante. O filme é interessante, apesar de distorcer alguns fatos da história.

O filme de 2017 conta uma história dramática da vida de Martinho Lutero: a enorme tempestade de raios que quase o matou, o castigo sombrio de seu tempo no mosteiro, a corrupção que desencadeou sua raiva, seu julgamento perante o homem mais poderoso da Europa e o encenado Sequestro que o ajudou a escapar da pena de morte.

Agnus Dei

Agnus Dei

Em 1945, na Polônia, Mathilde, uma jovem médica francesa, descobre que freiras moradoras de um convento foram estupradas por soldados e muitas delas engravidaram. Mathilde, escalada somente para cuidar dos franceses, secretamente, começa a ajudar as freiras. A médica ainda precisa enfrentar os julgamentos das religiosas que se sentem culpadas por terem violado o voto de castidade.

O filme dirigido pela diretora Anne Fontaine é baseado em uma história real, foi lançado aqui no Brasil em 2016 e gerou bastante polêmicas, pois seu lançamento foi logo após o caso da jovem que sofreu um estupro coletivo no Rio de Janeiro. A diretora, conhecida por comédias frívolas como. A Garota de Mônaco (2008) e Gemma Bovery (2014), adota um tom radicalmente diferente de seus trabalhos anteriores.

A Missão

A missão

Esse filme é muito interessante, ele conta a história do Padre Jesuíta Gabriel (Jeremy Irons) que vai para a terra dos Guaranis, na América do Sul, com o propósito de converter os nativos ao Cristianismo. Rapidamente ele constrói uma missão, juntamente com Rodrigo Mendoza (Robert De Niro), um comerciante de escravos em busca de redenção. Quando um tratado transfere a terra da Espanha para Portugal, o governo português quer capturar os nativos para o trabalho escravo. Mendoza e Gabriel protegem a missão, discordando da realização da tarefa.

Exatamente isso que você está pensando, a história do filme se passa no Brasil na época colonial e aborda um assunto que os livros do MEC não falam sobre o papel da Santa Igreja no país. O filme é bem antigo, de 1986, mas a história é bem interessante.

O natal de Angela

O natal de Angela

Sem entender especificamente a honraria prestada, a criança Angela começa a divagar, em sua mente criativa, sobre a representação do menino Jesus no presépio em tamanho real da igreja. Vendo que ele está descoberto no rigoroso frio irlandês, ela prepara uma estratégia para pegar o boneco do menino Jesus e levá-lo à casa, de modo que fique aquecido o suficiente. Dessa forma, em sua pequena e pueril aventura, Angela vai agindo de acordo com o espírito natalino de amor ao próximo.

Mais voltado para o público infantil e para uma exibição em família, O Natal de Angela traz, de maneira sensível, a mensagem de amor mais próximo do olhar das crianças.

Papa Francisco: Conquistando Corações

Papa Francisco: Conquistando Corações

Além da minissérie Pode Me Chamar de Francisco, disponível na Netflix, o longa-metragem Papa Francisco — Conquistando Corações registra a trajetória do argentino Jorge Mario Bergoglio. O roteiro foi inspirado no livro da jornalista espanhola Elisabetta Piqué, personagem importante no filme. Cheia de dispensáveis vaivéns no tempo, a história vai da adolescência de Bergoglio até tornar-se Sumo Pontíficie da Igreja Católica. Passa-se de raspão por sua adolescência (abandonando uma grande paixão) e também por sua atuação na luta contra a ditadura militar. O foco está nos encontros, por vezes comoventes, do padre Jorge, vivido pelo ótimo Darío Grandinetti, com a repórter (Silvia Abascal). Não há ousadia nem criatividade na adaptação, que resulta apenas correta e com pinta de telefilme, típico produto para cair no agrado dos milhões de fãs do Papa pop.

Obs: Existem alguns filmes e documentários que parecem católicos mas são completamente heréticos, como um documentário brasileiro disponível no Netflix intitulado “Marias, a Fé no Feminino”, este documentário é uma completa heresia, pura teologia da libertação e ainda por cima diz que Nossa Senhora foi a primeira feminista. Não assistam e avaliem negativamente este documentário. Também tem um filme “”

Compartilhe

Comentários

  1. Silvia Laghi disse:

    Sou Católica Apostólica RomanaPraticante..Amo assistir essas séries..Sinto me super bem pois , tudo que é para nosso conhecimento espiritual nos deixa mais próximos do Nosso Senhor! Salve Maria!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.