De acordo com OMS, eventos religiosos estão ajudando a espalhar Covid-19

Por: Mathias Ribeiro
. Atualizado: 25/06/2020 às 19h:35
Maria van Kerkhove, da OMS, durante entrevista coletiva em Genebra Foto: Denis Balibouse/Reuters (29.jan.2020)

Muitos países que têm tido sucesso no combate ao novo coronavírus estão vendo um aumento no número de novos casos devido a eventos religiosos e outras situações de vulnerabilidade, como o retorno de expatriados, disse a especialista da OMS (Organização Mundial da Saúde) Maria Van Kerkhove nesta segunda-feira (22).

“Qualquer oportunidade que o vírus tiver, ele irá aproveitar. É realmente importante que os países estejam em posição de detectar rapidamente esses casos”, disse ela em entrevista online.

O chefe do programa de emergências das OMS, Mike Ryan, disse que parece haver novos surtos na Coreia do Sul ligados a casas noturnas, abrigos e parques de diversão, e que descobertas em águas residuais no norte da Itália mostraram que é possível que o vírus estivesse circulando na região antes que alguém percebesse.

Ryan também afirmou que a OMS emitirá mais orientações sobre a retomada das viagens aéreas nos próximos dias, à medida que os países começam a afrouxar as restrições causadas pelo coronavírus.

“Não é um dilema fácil … não há risco zero”, disse ele.

Encontrou algo errado na matéria?

Nosso apostolado possui em sua equipe editorial jornalistas profissionais, sacerdotes, professores e leigos, por esta razão, é possível que o conteúdo do nosso site contenha erros e para isso precisamos da sua ajuda.




Leia Mais

Comentários

Apenas usuários logados podem comentar ou responder nossas matérias.