Católicos fazem orações após incêndio em igreja ortodoxa no Egito

Líderes católicos se uniram à igreja ortodoxa no Egito em luto pela perda de 41 pessoas que morreram em um incêndio na capital egípcia Cairo.

Por: Redação
. Atualizado: 17/08/2022 às 01h:47
incêndio em igreja ortodoxa
(Imagem: Myousry6666/Wikimedia)

Líderes católicos se uniram à igreja ortodoxa no Egito em luto pela perda de 41 pessoas, incluindo 18 crianças, que morreram em um incêndio na capital egípcia Cairo.

Segundo relatos da imprensa, pelo menos 5.000 cristãos coptas estavam se preparando para a liturgia matinal em 14 de agosto na Igreja Mártires Abu Sefein em Imbaba, subúrbio da cidade, quando o fogo começou em seguida. As mortes ocorreram por conta de muita inalação de fumaça por pessoas que estavam nos andares superiores do prédio da igreja.

Oficiais da Igreja disseram que o incêndio ocorreu logo após um curto no sistema de ar condicionado, mas a Associated Press informou que testemunhas também apontaram para um gerador defeituoso.

Related Posts

Seyoum Fransua de Hossana, Etiópia, disse ao Catholic News Service. “Gostaria de expressar minhas condolências à Igreja Ortodoxa no Egito. Sentimos muito pelo triste acontecimento“. O Cardeal Souraphiel Berhaneyesus, Presidente da Conferência Episcopal Católica Etíope, expressou “[…] minhas sinceras condolências em nome da Igreja Católica Etíope e de mim mesmo. Asseguro-lhe nossas orações à sua igreja, àqueles que morreram e desejo aos feridos uma rápida e completa recuperação.

Mensagens de autoridade as vítimas do incêndio em igreja ortodoxa

Do mesmo modo, o bispo Georg Bätzing, presidente da Conferência Episcopal Alemã, disse que seus pensamentos e orações estavam com as vítimas, informou a agência de notícias católica alemã KNA. “Um lugar onde deveria haver bênçãos transformadas em um inferno de fogo“, disse ele.

Estamos sem palavras devido ao grande número de mortes. A Igreja Copta no Egito e em nosso país me dói“. Embora o Egito seja 90% muçulmano, pelo menos 10 milhões de pessoas são coptas ortodoxas.

O padre copta ortodoxo Joseph Mutie, secretário geral da Organização das Igrejas Instituídas Africanas, com sede em Nairobi, também expressou suas condolências. O presidente egípcio Abdel Fattah el-Sissi ordenou que os engenheiros militares realizassem a reconstrução e renovação da igreja.

Encontrou algo errado na matéria?

Nosso apostolado possui em sua equipe editorial jornalistas profissionais, sacerdotes, professores e leigos, por esta razão, é possível que o conteúdo do nosso site contenha erros e para isso precisamos da sua ajuda.




    0 Comentários

    Os comentários são exclusivos para assinantes do Deo Vero.