Carlo Acutis: Exemplo de um santo jovem para o mundo de hoje

Por: Nicolas Matheus
. Atualizado: 30/09/2019 às 12h:36

Carlo Acutis, nasceu em 3 de maio de 1991, em Londres. Seus pais, Andrea   Acutis e Antonia Salzano, foi um adolescente fantástico que buscava conhecer os milagres eucarísticos por todo o mundo, tendo uma profunda devoção a Eucaristia, que se tornou o centro de sua vida.

Teve sua educação escolar em Milão e seu ensino médio estava sob os cuidados dos jesuítas no Instituto Leão XIII. Ao longo seu vida teve vários santos como referência: São Francisco de Assis, Santos Francisco e Jacinta Marto (em tempos ainda beatos), São Domingos Sávio, São Luiz Gonzaga, São Tarcísio e Santa Bernadette Soubirous.

Acutis, era um jovem que se preocupava em ajudar as pessoas, principalmente seus amigos, que muitos deles sofriam por causa de divorciamentos entre seus pais, ajudando-os, convidava os amigos para sua casa em vista de poder ajuda-lós. Ele defendeu os direitos das pessoas com deficiência e defendeu os colegas deficientes na escola quando zombadores frívolos zombaram deles. O jovem, adorava viajar, na qual sempre visitava Assis, terra do seu santo devoção, São Francisco de Assis.

Momentos de sua doença

Sendo tomado pela leucemia, ofereceu suas dores a Igreja e ao Santo Padre, o Papa Bento XVI (O Papa da época), na qual ele disse com todas as palavras:

    “Eu ofereço todo o sofrimento que terei que sofrer pelo Senhor, pelo Papa e pela Igreja”.

Ele pedia a seus pais o levassem em peregrinação aos locais de todos os milagres eucarísticos conhecidos no mundo, mas sua piora na saúde impediu que isso acontecesse. Ser apaixonado por computadores levou a Acutis a criar um site dedicado à catalogação cuidadosa de cada milagre relatado, e ele fez isso em 2005 (ele catalogou cada caso desde os onze anos). Apreciava as iniciativas do Beato Tiago Alberione de usar a mídia para evangelizar e proclamar o Evangelho e pretendia fazer isso com o site que ele havia criado. Ele também gostava de edição de filmes e quadrinhos. Foi no site que ele disse:

    “Quanto mais Eucaristia recebemos, mais nos tornaremos como Jesus, para que nesta terra tenhamos um antegozo do céu”.

O médico que o tratou perguntou se ele estava sofrendo muita dor e respondeu que “há pessoas que sofrem muito mais do que eu”. Ele morreu em 12 de outubro de 2006, às 6h45, da leucemia fulminante M3 e foi enterrado em Assis de acordo com seus desejos. Em 23 de janeiro de 2019, seu corpo foi exumado e foi descoberto que estava incorrupto (não entrou em decomposição) em 6 de abril foi transferido para uma igreja em Assis, onde espera a beatificação para ser finalmente exposto.

Tanto Raffaello Martinelli como Angelo Comastri ajudaram na organização de uma exposição fotográfica itinerante de todos os locais de milagre eucarísticos em sua homenagem. Desde então, viajou para dezenas de países diferentes nos cinco continentes.

Processo de beatificação

A Conferência Episcopal Lombardiana aprovou a petição para que a causa da canonização fosse introduzida em sua reunião em 2013. A abertura da investigação diocesana foi realizada em 15 de fevereiro de 2013, com o cardeal Angelo Scola inaugurando o processo e concluindo-o em 24 de novembro de 2016. A introdução formal à causa veio em 13 de maio de 2013 e Acutis tornou-se intitulado como um Servo de Deus. O Papa Francisco confirmou sua vida de virtude heróica em 5 de julho de 2018 e nomeou-o como Venerável .

E nada melhor como iniciamos esta coluna falando deste grande Venerável, o anjo da juventude, Carlo Acutis.

Carlo Acutis, rogai por nós!

Encontrou algo errado na matéria?

Nosso apostolado possui em sua equipe editorial jornalistas profissionais, sacerdotes, professores e leigos, por esta razão, é possível que o conteúdo do nosso site contenha erros e para isso precisamos da sua ajuda.




Leia Mais

Comentários

Apenas usuários logados podem comentar ou responder nossas matérias.